Brasil

Petrobras reajusta preço de diesel e caminhoneiros antecipam greve

ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Publicado em: 18 de Abril de 2019
Foto Por: Arquivo
Fonte: Rdnews
Caminhoneiros fizeram longa greve no ano passado e agora já ameaçam nova paralisaçã

O anúncio do presidente da Petrobras Roberto Castello Branco, no começo da noite de ontem (17), que o preço do diesel nas refinarias vai ficar 10 centavos mais caro, subindo de R$ 2,14 para R$ 2,24, provocou a indignação de uma parcela de caminhoneiros. Com a medida, a categoria já ameaça parar no próximo dia 29. No mês passado, a categoria já disse que se a Petrobras reajustasse novamente o valor do diesel o movimento paredista seria deflagrado em 21 de maio, data que completa um ano da greve de 2018.

 Três fatores envolvem o atual contexto da reivindicação dos caminhoneiros. O primeiro é porque em 2018, a solução para a greve, que durou quase um mês e desabasteceu por completo o país, ocorreu após a criação da proposta da tabela de frete, que passou a servir como um parâmetro de preço mínimo para que os caminhoneiros autônomos pudessem negociar suas viagens.