Nova Ubiratã

Dona de pousada no Nordeste recebe salário da prefeitura de Nova Ubiratã

Prefeitura Municipal

Publicado em: 30 de Maio de 2018
Foto Por: Divulgação
Fonte: Ubiratã News\ Redação
(Foto por: Divulgação)

Após receber uma denuncia do SINTEP – Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de
Mato Grosso, a Câmara Municipal de Nova Ubiratã resolveu agir e aprovou um requerimento
de nº 16/2018, onde solicita que seja enviado a Câmara Municipal Relação dos Funcionários
Contratados e Comissionados lotados na Secretaria Municipal de Educação do ano de 2018.

O Requerimento foi aprovado por unanimidade, após o Sintep ter protocolado junto a Câmara
Municipal um oficio (cópia anexo), onde a entidade havia solicitado esclarecimentos junto ao
Prefeito Municipal sobre os pagamentos efetuados nos meses de fevereiro e março para a
Servidora Lenir de Fatima Alves Wronsk bem como sua situação funcional desde 1º de
dezembro de 2017.


A servidora Lenir de Fatima Wronski exerceu o cargo de Secretária Municipal de Educação até
final de 2017. Segundo informações, desde janeiro de 2018 a Ex-secretária, se afastou de suas
funções e passou a residir no Estado do Ceará, mais precisamente no Munícipio de Caucaia, na
badalada praia de Cumbuco, onde administra uma Pousada a beira mar.


Consultando o site Transparência da Prefeitura Municipal, constatamos que a Ex-secretária
recebeu durante os meses de janeiro, fevereiro de março a quantia de R$ 10.346,67 a título
de indenização de férias acumuladas. Ocorre que nesses meses a Sra. Lenir já não era mais
secretária e sim servidora concursada no cargo de Professora. Verificamos também que no
mês de abril, Lenir recebeu o salário de R$ 4.267,49 e no mês de maio R$ 4.414,64.
O Sintep, bem como agora a Câmara Municipal, querem saber então qual a situação funcional
da Servidora bem como justificativa do porque do pagamento de quase R$ 40 mil reais a uma
servidora que reside em outro estado e esta ausente do Munícipio há 05 meses sem prestar qualquer serviço.

Confira a abaixo as imagens que comprovam que uma proprietária de uma pousada na região do Nordeste recebe salário da prefeitura de Nova Ubiratã sem atuar ou prestar serviço a prefeitura.