Mato Grosso

Previsão é de chuva na maioria dos municípios de Mato Grosso neste fim de semana

Clima

Publicado em: 15 de Setembro de 2018
Foto Por: Ilustrativa
Fonte: G1 MT
Previsão é de chuva na maioria dos municípios de Mato Grosso neste fim de semana

Pancadas de chuva devem atingir a maioria dos municípios de Mato Grosso, a partir desta sexta-feira (14). Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a probabilidade de chuva é de 80%, em Cuiabá, Várzea Grande, região metropolitana, Sorriso, Rondonópolis, Tangará da Serra, Sinop, entre outros municípios.

A temperatura máxima prevista para esta sexta-feira (14), em Cuiabá, é de 35°C. Nos outros dias da semana, os termômetros marcaram 40ºC.

O índice de umidade relativa durante o dia deve ficar entre 29% e 44% entre 15h e 17h . A Organização Mundial de Saúde (OMS) estabelece o índice acima dos 60% como ideal para a saúde humana.

Chuva ácida

Segundo o diretor da Defesa Civil, Paulo Wolkmer, deve evitar-se o contato com a chuva. As precauções são necessárias devido à formação de substâncias químicas que dão acidez à água da chuva após um período de seca.

"Essa chuva vai vir menos ácida do que ano passado, porque neste período nós tivemos mais dias frios", disse.

Dentre os principais responsáveis pelo acúmulo de poluentes estão os incêndios, depois a queima dos combustíveis nos veículos e o lançamento de substâncias por chaminés das indústrias.

"A primeira chuva vai fazer uma limpeza dos gases poluentes, mas este ano nós também tivemos menos queimadas graves neste período, o que ajudou a tornar a chuva menos ácida", afirmou.

As substâncias como gás carbônico, monóxido de carbono, partículas de nitrogênio e enxofre liberadas pelo fogo e pela fumaça são lançadas na atmosfera e, por causa do tempo seco, os gases se acumulam. Misturados ao vapor de água, voltam para a terra em forma de chuva, a chamada chuva ácida.

Cuidados

Por causa da súbita mudança de clima, o organismo precisa de cuidados especiais, já que essas mudanças podem facilitar a entrada de vírus e bactérias, causadores de gripes e resfriados.

A gripe não vira pneumonia, mas deixa o corpo mais suscetível. Ela é causada por vírus e é altamente infectante, por isso se espalha rápido. Já a pneumonia é uma infecção nos pulmões causada por bactéria, na maioria dos casos, a pneumococo.

Entre os sintomas mais comuns de problemas nessa época, está a coriza, dor de garganta e também dores no corpo. Para evitar, é importante manter uma alimentação saudável, dormir bem, fazer atividade física e evitar alterações de temperatura, especialmente se a pessoa for mais sensível a isso.