Sorriso

Sorriso: briga violenta entre alunas ocorre em pátio de escola

CENAS ABSURDAS

Publicado em: 28 de Agosto de 2018
Fonte: Luana Rodrigues/Portal Sorriso
Sorriso: briga violenta entre alunas ocorre em pátio de escola

Meninas se digladiaram enquanto colegas assistiam e filmavam a confusão; veja o vídeo

Duas alunas se envolveram em uma briga violenta, na manhã desta terça-feira, na escola estadual José Domingos Fraga, em Sorriso. A briga aconteceu no pátio da instituição de ensino durante o intervalo das aulas. Enquanto as adolescentes se agrediam, colegas filmaram o ato e não ajudaram a separá-las.

O vídeo, que circula na internet (AQUI), mostra quando as adolescentes iniciaram a discussão verbal e, logo depois, partiram para a agressão física. Os colegas gritavam, em forma de incentivo, e não houve separação das meninas enquanto elas se "digladiavam".

Ao Portal Sorriso, uma técnica da escola informou que os profissionais da escola tiveram dificuldade de chegar até às meninas devido a quantidade de alunos que estava em volta da confusão.

As duas estudantes foram retiradas do local e levadas à direção, onde foram coletadas as informações iniciais sobre o que motivou a briga. Ambas só saíram da escola acompanhadas dos responsáveis.

Como os membros da diretoria e coordenadoria participam, hoje, de um curso de capacitação na Assessoria Pedagógica, foi informado ao Portal Sorriso que amanhã as duas alunas voltarão à escola para uma nova reunião, onde serão definidas quais medidas serão adotadas.

“A nossa coordenadora sempre atua de maneira eficiente e já conversa com os estudantes quando nós sabemos que há algum desentendimento entre os alunos, mas logo hoje essas meninas brigaram e por motivo irrelevante, por uma ter falado mal da outra”, disse a secretaria, enfatizando que a escola não permite atos de agressões, sejam elas física ou verbal, dentre outras atitudes que violam a boa convivência entre os alunos.

Caso haja denúncia formal na delegacia sobre a confusão, elas podem responder por vias de fato e lesão corporal, e os outros alunos também podem ser responsabilizados.