Nova Ubiratã

Ex-prefeito de Nova Ubiratã em nota, esclarece motivos de ataques do atual prefeito Valdenir

Publicado em: 15 de Fevereiro de 2019
Fonte: Ubiratã News

O ex-prefeito de Nova Ubiratã Osmar Rossetto, enviou a imprensa uma Nota de esclarecimento, após uma entrevista do atual prefeito Valdenir José dos Santos, citando atos de seu mandato referente a loteamentos no município, ainda na nota o ex-prefeito enfatiza, que o atual prefeito valdenir, tem trabalhando muito para prejudicar a sua família, e fazendo uso da máquina pública para isso, o ex-prefeito Chiquinho como é conhecido popularmente, diz em nota que a tal perseguição por parte do atual prefeito é por que, ele quando prefeito demitiu Valdenir do cargo que ocupava na prefeitura.

Acompanhe na íntegra a nota de esclarecimento.

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

Em respeito a população de Nova Ubiratã, venho a público me manifestar sobre a entrevista do Prefeito Municipal de Nova Ubiratã,  Valdenir Jose dos Santos onde cita atos de meu mandato relacionados a instalação de Loteamentos no Município, entrevista esta levada ao vivo pela Rádio Nova Ubiratã FM no dia 25/01/19.

O Prefeito Valdenir, citou que no seu mandato foram criados Loteamentos com asfalto, enquanto que na gestão anterior (gestão do Chiquinho) foi criado um Loteamento (Jardim Primavera) sem asfalto, insinuando que foi feito irregularmente por ter sido autorizado sua instalação sem asfalto. È do conhecimento do Sr. Valdenir que o fato de não ter asfalto, também possibilitou que o valor a ser comercializado os lotes foram bem inferiores dos que foram implantados com asfalto. Não foi como o atual prefeito diz em sua entrevista, um decisão DISCRICIONARIA minha, e sim foi através de Lei discutida e aprovada na Câmara Municipal. Foi autorizado a construção sem asfalto devido ao momento econômico para facilitar aquisição por pessoas com poder econômico menor e com o intuito de parte do Loteamento ser utilizado para instalação de nova empreses. Isso já foi anteriormente questionado e explicado, inclusive pela Imobiliária responsável pela implantação do Loteamento, a mesma imobiliária que esta implantando os loteamentos da gestão do atual prefeito. Segue abaixo um comparativo dos preços de venda dos loteamentos e do custo aproximado para implantação do asfalto:

LOTEAMENTO PRIMAVERA:

- Custo de um Lote com 600 m²= R$ 36.040,00

- Custo do M²= 60,07

LOTEAMENTO SANTA HELENA:

- Custo de um Lote com 540 m²= R$ 59.400,00

- Custo do M²= 110,00

ASFALTO: Custo aproximado do Asfalto por Lote: 3.375,00 (considerando frente de 15 metros, com custo do asfalto a 50,00 o m².

Como pode ser observado, mesmo que os proprietários do Loteamento Jardim Primavera tenham que pagar o asfalto, ainda fica em muito vantajoso pelo preço praticado pelos proprietários do Loteamento citado.

Cita também o Prefeito que o Loteamento Primavera é um LOTEAMENTO FAMILIAR. Os Proprietários do Loteamentos Jardim Primavera são os Srs. Alceri Libich, Paulo César Rodrigues (cunhados) e Ozemar Rossetto. Não consegui identificar o que há de ilegalidade nisso, a não ser a maldade desse cidadão de criar fatos (fakes) na tentativa de lançar uma suspeição de ilegalidade nos atos de seus adversários políticos com o objetivo de tentar justificar suas falcatruas, tentando “medir o caráter dos outros com a sua régua”.

È lamentável que há 06 anos no cargo, o Sr. Prefeito não tenho evoluído, não desceu do palanque e ainda tenta atingir minha família com mentiras e acusações falsas, fazendo com seu ódio o cegue.

Poucas pessoas sabem, mas desde que assumiu o mandato em 2013, o Sr. Valdenir José dos Santos, fez inúmeras denúncias ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas de possíveis irregularidades no meu mandato, como forma de vingança. Todas investigadas e não tive nenhuma condenação. Tentou de todas as formas que tivesse uma condenação para que não pudesse concorrer a cargo político e continua até hoje utilizando o cargo e recursos públicos para promover um vingança, talvez pelo fato de tê-lo demitido em 2011 do cargo de Secretário de Agricultura, pelos motivos que são de conhecimento público.

Para finalizar, informo que encaminharei pedido de informações e providências tanto a Câmara Municipal com ao Ministério Público para que investiguem todos os Loteamentos do Município sobre possíveis irregularidades em sua implantação, inclusive a discrepante diferença do IPTU cobrado nos 02 loteamentos, para que não fique nenhuma dúvida em relação as ações do meu mandato. Quem não deve não teme.

Reitero o que sempre   afirmei, prestar esclarecimentos dos atos é obrigação de prefeito e ex-prefeito, além de que como cidadão tenho direito aos esclarecimentos.

 

NOVA UBIRATÃ, 07 de Fevereiro de 2019.

 

OSMAR ROSSETTO

Ex- Prefeito de Nova Ubiratã