OPERAÇÃO CAPITU: Presidência da República abre processo disciplinar contra deputado de MT

Como está fora do Governo, única punição prevista é \\\\\\\"mancha\\\\\\\" no curriculim de Neri Geller

Publicado em: 21 de Novembro de 2018
Fonte: G1

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu abrir processo para apurar a conduta dos ex-ministros da Agricultura Antônio Andrade e Neri Geller, em razão de suposto envolvimento em fatos apurados em operação que investiga esquema de corrupção no Ministério da Agricultura.

A decisão, anunciada nesta terça-feira (20), foi tomada durante reunião da Comissão na segunda (19).

Antônio Andrade e Neri Geller estiveram à frente do Ministério da Agricultura durante o governo da ex-presidente da República, Dilma Rousseff. O processo vai apurar a conduta ética dos dois ex-ministros. Depois de notificados sobre a decisão da comissão, eles terão dez dias para apresentar defesa

Como já estão fora do governo, a punição que pode ser aplicada ao final do processo é uma censura ética (uma espécie de "mancha" no currículo).

Antônio Andrade e Neri Geller chegaram a ser presos na Operação Capitu, deflagrada pela Polícia Federal no último dia 9.

A operação, desdobramento da Lava Jato, investiga suspeita de que a JBS, do grupo J&F, pagou propina para políticos do MDB em troca de medidas a seu favor no Ministério da Agricultura em 2014 e 2015. Ambos foram soltos depois por determinação do Superior Tribunal de Justiça.