02 de agosto de 2021

Nova Ubiratã

Geral

Datafolha Lula venceria Bolsonaro por 58% a 31% no 2º turno

Foto por: Metropoles

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (9/7) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ampliou sua vantagem sobre o atual ocupante do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (sem partido), nas intenções de voto para a eleição presidencial de 2022.

Na disputa entre Lula e Bolsonaro em um eventual 2º turno, Lula marca 58% e Bolsonaro, 31%. Brancos e nulos somam 10% e 1% não sabe. Houve oscilação em relação à última pesquisa do instituto, de maio deste ano, quando o petista tinha 55% e o atual presidente, 32%.

Lula também lidera nos dois cenários apresentados para o eleitor (veja abaixo) e em todas as simulações de disputa de segundo turno contra outros candidatos.

O levantamento do Datafolha foi feito entre quarta (7/7) e quinta-feira (8/7) com 2.074 eleitores, de forma presencial. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Houve importantes mudanças no cenário político entre as duas pesquisas, de maio a julho de 2021, com triunfos jurídicos para Lula e aumento da pressão política sobre Bolsonaro. No caso de Lula, o Supremo Tribunal Federal (STF) anulou as sentenças de Sergio Moro contra ele em razão da suspeição do ex-juiz da Operação Lava Jato.

Já Bolsonaro passou a lidar com denúncias de corrupção envolvendo a negociação de vacinas e virou alvo de inquérito para apurar se prevaricou por não agir contra seu líder na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), apontado como chefe dos esquemas no Ministério da Saúde.

Pesquisa espontânea

No levantamento anterior do Datafolha, feito em 11 e 12 de maio, Lula tinha 21% em citações espontâneas, Bolsonaro marcava 17% e Ciro Gomes (PDT), 1%. Agora, o petista pula para 26%, o presidente oscila para 19% e o pedetista, para 2%.

Outros candidatos marcam 2%, como em maio, e votam em nulo ou branco 7% (8% antes). O natural índice dos que dizem não saber passou de 49% para 42%.

Pesquisa estimulada

O Datafolha testou dois cenários de primeiro turno, trocando os candidatos do PSDB, que ainda não definiu quem será seu representante na disputa. No primeiro cenário, em votos válidos Lula chega a 52%, o que dentro da margem de erro lhe garantiria a vitória em primeiro turno na eleição.

Cenário A:

Lula (PT) – 46%

Bolsonaro (sem partido) – 25%

Ciro Gomes (PDT) – 8%

João Doria (PSDB) – 5%

Luiz Henrique Mandetta (DEM) – 4%

Em branco/nulo/nenhum – 10%

Não sabe – 2%

Lula (PT) – 46%

Bolsonaro (sem partido) – 25%

Ciro Gomes (PDT) – 9%

Luiz Henrique Mandetta (DEM) – 5%

Eduardo Leite (PSDB) – 3%

Em branco/nulo/nenhum – 10%

Não sabe – 2%

O governador paulista, João Doria, e o governador gaúcho, Eduardo Leite, irão disputar as prévias do PSDB em novembro. Com o paulista no primeiro cenário, os tucanos chegam a 5%, enquanto o DEM com o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta chega a 4%. Todos embolados tecnicamente entre si e com Ciro.

Já no segundo cenário, com o governador do Rio Grande do Sul, o tucano faz 3%, e o ex-ministro, 5% — empatando com o pedetista no limite da margem de erro. Leite, que conta com algum nível de desconhecimento pela população, atraiu manchetes ao se declarar homossexual na semana passada.

Rejeição

A menor rejeição entre todos os especulados no levantamento é justamente a de Leite: 21%. Junto a ele está Mandetta, com 23%. Ciro aparece com 31%. Doria tem 37% de rejeição, empatado com Lula.

Já Bolsonaro tem 59% dos eleitores a dizer que não votam nele de jeito nenhum. O Datafolha mostrou na quinta-feira (8/7) que a reprovação a Bolsonaro atingiu um patamar recorde, de 51% entre os ouvidos.

No Nordeste, onde Lula possui forte base de apoio, a rejeição a Bolsonaro chega a 70%.

Fonte: Metropoles

Escrito por: Metropoles

Somos o Ubiratã News, um site de notícias que tem o prazer
em dar a notícia, receber as opiniões de vocês amigos
leitores, onde podemos debater ideias