27 de outubro de 2020

Nova Ubiratã

Geral

Frota mostra à PF dados que ligam Eduardo Bolsonaro a esquema das fake news

Foto por: Metropoles

Em depoimento à Polícia Federal, o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) apresentou aos investigadores dados que comprovariam suposta ligação entre Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e esquema organizado de ataques virtuais e disseminação de fake news.

O parlamentar teria mostrado aos investigadores IPs de computadores diretamente relacionados a disparos das notícias falsas e das ofensas cibernéticas. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

Um dos IPs estaria ligado ao e-mail oficial de Eduardo, além de outros dois que correspondiam com computadores localizados em residências que estão no nome do filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em Brasília e no Rio de Janeiro.

A informações obtida por Frota é desdobramento de apuração promovida pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News. O tucano é um dos integrantes da CPMI.

Mais ligações

Não é a primeira vez que a CPMI aponta supostas ligações dos filhos de Bolsonaro com a propagação de notícias falsas e difamatórias.

Em outro episódio, um documento mostrou que um assessor do deputado Eduardo Bolsonaro usou um computador da Câmara dos Deputados para criar página com ataques pessoais a adversários políticos. O documento faz parte do conjunto de informações fornecidas à comissão pelo Facebook

A conta, que foi apagada após a divulgação, era chamada “Bolsofeios” e foi registrada a partir de um IP dentro da Câmara. O IP é um número único, usado para identificar cada computador conectado a uma rede.

O e-mail do cadastro na página é utilizado por Eduardo Guimarães, secretário parlamentar de Eduardo Bolsonaro. Notas fiscais apresentadas à Câmara por Eduardo Bolsonaro em janeiro mostram que Guimarães usou esse mesmo e-mail como endereço de contato.

 

Fonte: Metropoles

Escrito por: Metropoles

Somos o Ubiratã News, um site de notícias que tem o prazer
em dar a notícia, receber as opiniões de vocês amigos
leitores, onde podemos debater ideias