12 de abril de 2024

Nova Ubiratã

Geral

História do município de Nova Ubiratã

Foto por: Arquivo

A região onde se assenta o território municipal de Nova Ubiratã foi movimentado por inúmeras nações indígenas ao longo dos séculos, haja visto a exuberância de suas matas e dos muitos rios que cortam a área.

No ano de 1884, passou pela bacia do Rio Xingu o cientista alemão Karl Von den Steinen, que empresta seu nome a importante curso fluvial que desliza no território do município e deságua, depois de encontrar-se com o Rio Ronuro nas águas do Xingu. O nome Rio Von Den Steinen (que também leva o nome de Rio Ferro) foi batizado pelo geógrafo alemão Hermann Meyer, em 1896.

Em 1952, se estabelece na região Iasutaro Matsubara e Sakurio Guibo, em terras concedidas pelo Presidente Getúlio Vargas. Dezenas de famílias de origem japonesa vieram ao norte de Mato Grosso para o cultivo agrícola. Não foi, no entanto, um projeto colonizador. No ano seguinte iniciaram-se atividades da Sociedade Melhoramentos Irmãos Brunini Ltda, na Gleba Ubiratan, á apenas quinze quilômetros distante da sede municipal de Nova Ubiratã. Neste mesmo ano de 1953, a empresa dos Irmãos Brunini fixou uma placa registrando agradecimentos ao Governador Fernando Corrêa da Costa, ao Secretário da Agricultura Demosthenes Martins como “dignos propulsores do progresso de Mato Grosso”, ensejando que o momento era um “marco inicial da colonização no norte de Mato Grosso”. 

Registra-se que em 1973, ocorreu uma segunda leva de migrantes à região de Nova Ubiratã. A fazenda Nova Ubiratan foi adquirida Manoel Pinheiro, em 1978, que formou a COMIPRIL – empresa imobiliária Comércio Imobiliário Pinheiro Ltda, com intenções de colonização toda a região. 

Em 1986, a COMIPRIL fundou o núcleo urbano que deu origem ao atual município. Foi Manoel Pinheiro quem denominou o núcleo de Ubiratã. Formou-se então o patrimônio de Ubiratã. Segundo os moradores mais antigos da localidade, a denominação é referência à Fazenda Ubiratan, em cujo território desenvolveu-se o núcleo que deu origem ao atual município.

Outra corrente afirma que a origem do nome é homenagem à cidade de Ubiratã, localizada na região centro-oeste do Estado do Paraná. Vieram de lá, conforme afirmação de pioneiros, os primeiros colonos que habitaram esta região. 

Dentre as famílias mais antigas nomeiam-se os Feijó, Setter e Ross, dentre outros. A empresa que colonizou parte da área da antiga Fazenda Ubiratã foi a COMIPIL – Comércio de Imóveis Pinheiro Ltda, cujo principal acionista era o sr. Manoel Pinheiro. 

O município de Nova Ubiratã foi criado em 19 de dezembro de 1995, através da Lei Estadual nº 6.691. O termo “Nova” serve para diferenciar o município mato-grossense do homônimo paranaense.

SIGNIFICADO DO NOM

A denominação da localidade é referência a Fazenda Ubiratan, que teve esse nome dado pelos Irmãos Brunini, em homenagem a Ubiratan Spinelli – o Tonzinho Spinelli, filho de Mário Spinelli, então empresário e político de escol, em Mato Grosso. O vocábulo se origina do tupi “ybirá-ãtã” (Caesalpinia férrea) e significa lança rija, designando o “pau-ferro”, madeira conhecida por sua rigidez e resistência.

VEJA AQUI DADOS DO IBGE SOBRE O MUNICÍPIO DE NOVA UBIRATÃ

Fonte: Portal MT

Escrito por: Redação

Somos o Ubiratã News, um site de notícias que tem o prazer
em dar a notícia, receber as opiniões de vocês amigos
leitores, onde podemos debater ideias