Prefeito afirma que não quer cemitério cheio de mortos e ameaça fazer lockdwon

Publicado em: 11 de Maio de 2020
Foto Por: rdnews
Fonte: rdnews

ão quero ter cemitério cheio de mortos por irresposabilidade de poucos", afirma o prefeito Roberto Farias (MDB), após Barra do Garças (a 516 km de Cuiabá) confirmar hoje (11) a quarta morte pelo novo coronavírus, sendo três somente nas últimas 72h. A cidade tem sete pessoas internadas, sendo uma na UTI e já contabiliza 27 infectados pela doença.

Em live, transmitida pelas redes sociais do prefeito, Roberto não descarta tomar "medidas mais drásticas", como o lockdown (o fechamento total da cidade e confinamento obrigatório), caso a população não contribua. "Não queremos chegar aqui a fazer o lockdown de Barra do Garças pela irresponsabilidade de alguns, que pode prejudicar todos nós", ameaça. 

Disse também que os empresários "que não respeitarem o decreto de afastamento e de uso de mascará poderão, a partir de hoje, ser punidos com multas e suspensão de alvarás". "A fase orientativa acabou. Ninguém gosta de ser punido, mas, se for necessário, estaremos prontos para tomar todas as atitudes em bem e prol da vida", avisa.

Na live, o prefeito critica os jovens que continuam a passear de jet skis e lanchas, os que fazem aglomerações em comércios, empresários que não respeitam as medidas de distanciamento em seus estabelecimentos, pessoas que usam máscaras apoiadas no queixo e pacientes, diagnosticados com a Covid-19, que não estão respeitando o período de quarentena de 14 dias, como estipulado pelo Ministério da Saúde.