30 de setembro de 2020

Nova Ubiratã

Polícia

PM flagra suspeito furtando e vendendo gado do patrão

Foto por: JW

Em Vila Rica, a Polícia Militar flagrou o funcionário de uma fazenda comercializando o gado que havia furtado da propriedade que trabalhava, na noite de sábado (18), na zona rural. Os policiais recuperaram  10  cabeças de gado que já  estavam em um caminhão. O motorista do veículo e o caseiro da fazenda foram presos por crime de furto.

Os dois homens (69 e 32 anos) foram detidos em flagrante pela PM às 19h45 da noite de sábado. A polícia chegou até os suspeitos após ser acionada pela vítima que é proprietária da fazenda e informou que o  caseiro que trabalha para ele estava furtando seu gado. A vítima disse ainda que havia conseguido a localização do caminhão com os seus animais.

Os policiais iniciaram as buscas e flagraram o caminhão com 10 cabeças de gado sendo conduzido por um dos suspeitos.  O motorista do veículo alegou que estava levando os animais para a  fazenda de uma mulher (já identificada pela PM ) e que não tinha a documentação da procedência do gado.

No momento da abordagem, o motorita recebeu a ligação do caseiro  informando que estava esperando o caminhão na saída da cidade, para mostrá-lo  aonde seria descarregado o gado. De imediato, os policiais se dirigiram ao local e o suspeito foi preso em flagrante.

Na abordagem, o caseiro confessou que havia furtado e que já havia vendido os animais do seu patrão. O homem relatou ainda que vendeu todo o  gado para uma mulher e que recebeu dela  três cheques bancários que seriam descontados na segunda – feira (20).

O gado e o caminhão foram apreendidos.  A mulher apontada pelo suspeito foi identificada, os policiais chegaram de  ir até a propriedade dela, mas não havia ninguém no local. O motorista e o caseiro foram conduzidos à delegacia por furto. 

Fonte: Assessoria

Escrito por: Assessoria

Somos o Ubiratã News, um site de notícias que tem o prazer
em dar a notícia, receber as opiniões de vocês amigos
leitores, onde podemos debater ideias