28 de setembro de 2020

Nova Ubiratã

Política

Dilmar Dal Bosco deixa liderança de Mauro na AL e pede para ser expulso do DEM

Foto por: Folha max

O deputado estadual Dilmar Dal Bosco entregou a liderança do Governo na Assembleia Legislativa e requereu sua expulsão do DEM para não perder o mandato por infidelidade partidária. Segundo as informações, Dal Bosco estaria insatisfeito com o tratamento recebido pelo grupo governista.

Oficialmente, ele alega que a decisão é “de cunho pessoal”. “Venho respeitosamente a presença de vossas senhorias ilustre membros requerer minha expulsão deste douto partido em caráter irrevogável e irretratável, o que faço por motivo de ordem pessoal”, diz trecho da carta de Dilmar encaminhada ao partido.

Por conta da lei da fidelidade partidária, o deputado estadual corre o risco de perder o mandato se deixar a legenda por “vontade própria”. Se for expulso do partido, terá sua cadeira na Assembleia Legislativa preservada.

Porém, o DEM não deve “facilitar” a saída do deputado. Pelo contrário, buscará o entendimento para ele permanecer na sigla.

Nesta quinta-feira, deve ocorrer uma reunião no Palácio Paiaguás entre as principais lideranças do partido para tentar convencer o parlamentar a seguir no partido e dando respaldo ao Governo na Assembleia Legislativa.

“Ele tem respeito das bases, foi presidente do diretório em momento difícil para o DEM. Ele assumiu e reestruturou o partido. A saída dele seria muito ruim, um verdadeiro desastre”, afirmou o ex-governador Júlio Campos.

Nos bastidores, a informação é de que Dilmar estava insatisfeito desde a eleição da Mesa Diretora da Assembleia. Ele pleiteava um cargo na Mesa e não recebeu apoio, nem do partido, nem do Palácio Paiaguás.

Fonte: Folha max

Escrito por: Folha max

Somos o Ubiratã News, um site de notícias que tem o prazer
em dar a notícia, receber as opiniões de vocês amigos
leitores, onde podemos debater ideias