14 de junho de 2024

Nova Ubiratã

Política

PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA UBIRATÃ DECRETA DESTITUIÇÃO DE PARTE DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA

Em reação o vice-presidente da casa Ari Antônio Bassos renunciou ao cargo, o vereador fazia parte da comissão.

Plenário da câmara municipal de Nova Ubiratã

Foto por: CMNU

Em sessão realizada na tarde da última segunda-feira, 10 de junho, foi lido em plenário na câmara municipal de Nova Ubiratã o decreto de lei 001/2024, que destitui parte dos integrantes da Comissão de Constituição e Justiça. O motivo seria a falta de imparcialidade por parte dos vereadores que estavam à frente da CCJ do legislativo municipal, segundo o presidente Héder Sais Machado.

O vereador Arizão, em sua fala no plenário, explicou o motivo da sua renúncia. “O poder nunca me fascinou, só que muitas vezes nós precisamos ser, que o meu sonho é fazer”. Segundo o vereador, foi alegado pelo presidente da casa que ele tinha interesse na cadeira de presidente e, por isso, não poderia fazer parte da comissão. “Nós estávamos ali com toda a transparência possível e ele simplesmente falou que ia fazer o decreto e que eu procurasse meus direitos na justiça”.

De acordo com Ari Bassos, esse teria sido o motivo de sua renúncia: “Então, para dar transparência a tudo isso, eu não quero ser presidente, eu não preciso ser presidente”. Já o vereador Wellyngton Tavares rebateu uma fala do vereador Boby, que discursava em plenário, dizendo que não foi destituído, mas sim que pediu dispensa do cargo após consultar o jurídico da casa.

Após toda a repercussão dos fatos, o presidente do legislativo, Héder Sais Machado, se limitou apenas a agradecer alguns de seus pares pelo apoio que teve na destituição dos integrantes da comissão.

Fonte: Da redação

Escrito por: UBTNEWS

Somos o Ubiratã News, um site de notícias que tem o prazer
em dar a notícia, receber as opiniões de vocês amigos
leitores, onde podemos debater ideias